Estado Islâmico captura mais de 200 moradores em cidade no Iraque

Cerca de 200 moradores foram detidos pelo grupo extremista Estado Islâmico na cidade de Rutbah, na província de Anbar, no Iraque, disse o prefeito da cidade. Os confrontos na região começaram no sábado, quando militantes mataram um residente local, após ele ter matado um membro do grupo. Centenas de moradores protestaram, o que incitou uma série de conflitos.

Estadão Conteúdo

31 de agosto de 2015 | 11h53

O prefeito de Rutbah, Imad al-Rishawy, disse que cerca de 200 moradores ainda estavam presos em um local desconhecido e que a cidade está dominada pelo medo de que eles poderiam ser mortos.

Uma autoridade da província de Anbar disse neste sábado que cerca de 70 moradores foram detidos pelos militantes e mais de 100 ficaram amarrados em postes por cerca de 24 horas como castigo.

Em Bagdá nesta segunda-feira, explosões de bombas em estradas e na capital mataram ao menos quatro pessoas, incluindo dois policiais, e feriram outras 12 pessoas, de acordo com

policiais e funcionários de hospitais, que falaram sob condição de anonimato porque

eles não estavam autorizados a falar com a imprensa. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.