Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Estado Islâmico ergue bandeira em cidade histórica da Síria

Imagens divulgadas em redes sociais, neste sábado, mostram a bandeira usada pelo grupo extremista Estado Islâmico, em uma cidadela centenária na região de Palmyra, na Síria. O grupo tomou a cidade na quarta-feira (20), levantando preocupações em todo o mundo em relação ao patrimônio histórico local que conta com templos de 2 mil anos, túmulos e colunas romanas.

Estadão Conteúdo

23 de maio de 2015 | 16h12

Enquanto isso, a coalizão liderada pelos EUA realizou ataques aéreos contra o grupo perto da cidade histórica. O Departamento de Defesa disse em um comunicado, mais cedo, que os EUA atacaram uma posição no povoado de Tadmur, destruindo seis sistemas de artilharia antiaérea.

O grupo islâmico também invadiu o museu de Palmyra. No entanto, segundo autoridades do país, o acervo do local já havia sido retirado e armazenado em local seguro e não corre risco de destruição.

"Nós sentimos orgulhosos de ter levado os conteúdos do museu para áreas seguras", disse Maamoun Abdulkarim, chefe do Departamento de Antiguidades e Museus em Damasco. Mas Abdulkarim alertou que o controle do grupo na cidade continua sendo um perigo para seus sítios arqueológicos.

Somália - neste sábado, militares da Somália afirmaram que dezenas de extremistas islâmicos atacaram duas cidades no sul do país e entraram em confronto com as tropas do governo. Os conflitos aconteceram na região de Lower Shabelle, em Awdhegle e Mubarak, e deixaram 18 pessoas, entre militantes e soldados, mortos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaestado islâmicopalmyra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.