Louai Beshara/AFP
Louai Beshara/AFP

Estado Islâmico faz ataque suicida a quartel da polícia de Damasco

A explosão matou duas pessoas e feriu outras seis, no segundo ataque do tipo a atingir a capital da Síria em outubro.

O Estado de S.Paulo

11 Outubro 2017 | 17h54

Três suicidas detonaram explosivos perto do quartel-general central da polícia em Damasco, capital da Síria, nesta quarta-feira, 11. De acordo com a mídia estatal síria, a explosão matou duas pessoas e feriu outras seis, no segundo ataque do tipo a atingir a cidade em outubro.

+ Tática de assumir autoria de ataques levanta dúvidas sobre atual poder do EI

O Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pelo ataque em uma mensagem enviada pelo serviço de mensagens Telegram, afirmando que três combatentes armados com metralhadoras e cinturões explosivos foram os responsáveis.

Dois suicidas tentaram invadir o comando central da polícia e trocaram tiros com guardas antes de detonar explosivos do lado de fora do prédio na rua Khalid bin al-Walid, disse o chefe de polícia de Damasco, Mohammad Kheir Ismail, à TV estatal.

Forças policiais na sequência perseguiram um terceiro agressor, que se explodiu perto da entrada de um mercado de roupas.

RELEMBRE: Batalha final em Raqa, reduto do EI na Síria

“As desesperadas tentativas de suicídio acontecem em resposta às vitórias do Exército sírio e o Ministério do Interior está preparado para frustrar qualquer ato terrorista”, declarou o ministro Mohammad al-Shaar.

Também neste mês, militantes invadiram uma delegacia de polícia em outro ponto de Damasco, deixando 17 mortos, em um ataque suicida também reivindicado pelo Estado Islâmico./REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.