FELIPE RAU/ESTADAO
FELIPE RAU/ESTADAO

Estados Unidos anunciam ajuda de R$ 17 milhões para o Brasil

Recursos serão direcionados às operações emergenciais de combate ao coronavírus

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2020 | 21h11

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feira, 19, um aporte adicional de aproximadamente US$ 3 milhões (R$ 17 milhões) para o combate ao coronavírus no Brasil. Os recursos serão direcionados às operações emergenciais no país.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA irão trabalhar em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz e com o Ministério da Saúde. De acordo com a Embaixada dos EUA em Brasília, o aporte será utilizado para a ‘melhoria da detecção e do rastreamento de casos, na identificação de áreas de transmissão, no controle de surtos e no fornecimento de dados para uma reabertura segura no Brasil’. 

O recurso será destinado a laboratórios e  79 centros de operação de emergência. No início de maio, o governo americano anunciou uma ajuda de US$ 950 mil para apoio socioeconômico a populações vulneráveis. 

Passados quase três meses desde o primeiro caso confirmado de coronavírus no Brasil (em 26 de fevereiro) e pouco mais de dois meses desde que foi registrada a primeira morte em decorrência da doença (17 de março), o Brasil alcançou nesta terça-feira a marca de mil mortes registradas em 24 horas. Também bateu o recorde de casos notificados em um dia. De acordo com o Ministério da Saúde 17.971 pessoas perderam a vida por complicações da covid-19 (foram 1.179 registros nas últimas 24 horas, o maior até agora).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.