Estados Unidos sofrem epidemia de gripe

Centenas de americanos correram para clínicas e centros de assistência para receber vacinas antigripais, assim que as autoridades informaram que a epidemia de gripe estendeu-se aos 50 estados dos país e quase metade deles está severamente infectada.Em várias partes dos Estados Unidos, as vacinas esgotaram-se em vários consultórios médicos e clínicas. ?Creio que o que estamos vendo é uma reação natural das pessoas diante do surgimento de uma temporada gripal forte?, disse Julei Gerbending, diretora dos Centros de Controle e Prevenção de Enfermidades (CDC, da sigla em inglês).?Devemos lembrar, porém, que quase nunca a gripe é uma doença séria?, acrescentou. ?Não há por que entrar em pânico nem achar que o pior nos acontecerá. A maioria das pessoas sobreviverá a ela sem problemas.?O governo federal anunciou ontem que está enviado aos centros de assistência 100.000 vacinas para adultos, diante do risco de desabastecimento. Para janeiro, devem estar disponíveis cerca de 150.000 vacinas para crianças.O número de estados gravemente afetados saltou para 24 na semana passada e o pior ainda não passou, advertiu o CDC.Algumas escolas fecharam, há enfermarias de emergência cheias de crianças doentes e muitos médicos já não conseguem atender o número crescente de pacientes. As autoridades de saúdes não sabem por que a temporada gripal chegou mais cedo este inverno, por que causou tantos problemas e também por que custou tantas vidas: pelo menos 20 crianças morreram vítimas da gripe.Na realidade, é difícil calcular o total de vítimas, pois os Estados não são obrigados a fazer levantamento sobre essa doença e os sintomas confundem-se, às vezes, com os de outras. Mesmo assim, ao médicos asseguram que a quantidade de casos aumentou.Os fabricantes de vacinas antigripais avisaram, na semana passada, que já haviam usado todos seus estoques: cerca de 80 milhões de doses. Só o laboratório Aventis Pasteur deixou uma reserva de 250.000 doses, a pedido do CDC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.