Estatal petrolífera líbia diz controlar produção no país

A estatal líbia National Oil Corp., ou NOC, está trabalhando com as tribos que tomaram importantes campos de petróleo e pede que os trabalhadores estrangeiros, que fugiram, retornem ao país do norte da África. "A NOC está em plena comunicação e coordenação com os campos de produção, dentre eles o de Nafoora, já que todos querem proteger este petróleo, o petróleo líbio", afirmou o presidente da empresa Shokri Ghanem.

AE, Agência Estado

28 de fevereiro de 2011 | 13h13

"Nós continuamos a supervisionar a produção, transporte e exportação do petróleo e os campos de produção estão a salvo, nenhum oleoduto foi danificado e os portos e refinarias estão trabalhando, mas com capacidade menor. A indústria do petróleo líbia continua segura e bem protegida", acrescentou.

A NOC também está em contato com petroleiras internacionais e pede que os funcionários estrangeiros retornem à Líbia para que a produção possa voltar ao normal. "Inicialmente, demos assistência a funcionários estrangeiros que queriam deixar a Líbia, mas agora eles estarão seguros já que tudo está coordenado", declarou Ghanem. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Líbiapetróleoprodução

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.