Estrada não tem autorização para deixar Filipinas

O secretário de Justiça das Filipinas, Hernando Perez, informou hoje que não permitiu a viagem do presidente deposto, Joseph Estrada, para os Estados Unidos. Estrada alegou que o objetivo da viagem era realizar uma cirurgia nos olhos. Perez conversou com um grupo de oftalmologistas e descobriu que o tratamento ao qual o ex-presidente precisa ser submetido está disponível nas Filipinas.O ex-presidente, que enfrenta acusações de corrupção, pretendia viajar a Boston para uma cirurgia de glaucoma marcada já havia algum tempo, disse seu filho Joseph Victor Ejercito. A viagem gerou especulações segundo as quais Estrada pretendia sair do país para fugir da justiça filipina.Estrada deixou o poder no mês passado em meio a protestos de rua contra acusações de corrupção. Sua vice-presidente, Gloria Macapagal-Arroyo, ocupa o cargo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.