Estrangeiros são retirados da Costa do Marfim

A França e a ONU iniciaram nesta quarta-feira a retirada de milhares de franceses e de outros estrangeiros residentes na Costa do Marfim devido à onda de violência e de saques contra eles.A TV estatal transmitiu chamamentos contra civis e soldados franceses, ao mesmo tempo em que uma força expedicionária percorria a cidade para resgatar os estrangeiros. De 4 mil e 8 mil franceses, entre os 14 mil que vivem na Costa do Marfim, já deixaram o país de avião.A violência disparou no sábado, quando a aviação da Costa do Marfim matou nove soldados franceses e um civil americano numa área dominada por rebeldes. Em represália, a França destruiu a força aérea do país.A França é a antiga metrópole colonial da Costa do Marfim, e mantém tropas no país como parte de um esforço para manter a paz após o fim oficial de uma guerra civil, em 2003.A Costa do Marfim é o maior produtor de cacau do mundo e a locomotiva econômica da África ocidental.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.