Estranho fenômeno natural na costa africana

Moradores de Melilla, um enclave espanhol na costa norte-africana, presenciaram nesta segunda-feira um estranho fenômeno natural, no qual a temperatura subiu 18 graus centígrados em 30 minutos e depois diminuiu tão rápido quanto subiu. Depois, quando os moradores tomavam fôlego, o fenômeno aconteceu novamente. Nas duas vezes, o céu ficou escuro, e os ventos sopraram a cerca de 70 quilômetros por hora. "Antes de o vento começar a soprar, era possível sentir uma forte pressão do ar", disse José Rodríguez, funcionário público que se dirigia ao trabalho quando ocorreu a primeira onda de calor. O estranho fenômeno natural foi causado por uma massa de ar quente seco que afastou repentinamente uma camada de ar frio e úmido que cobria esta cidade de 60.000 habitantes, situada numa península no Mar Mediterrâneo, junto à costa marroquina, informou o governo local. Por volta das 8h30, a temperatura saltou de 23ºC para 41ºC em meia hora, voltando ao nível inicial 15 minutos mais tarde. Às 10h locais, os termômetros saltaram de 23ºC para 38ºC em pouco tempo. Novamente, a temperatura voltou ao normal 15 minutos mais tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.