Estudante abre fogo em escola perto de Columbine e fere dois

De acordo com a polícia, atirador seria ex-aluno da escola e teria cometido suicídio após tiroteio

O Estado de S. Paulo,

13 de dezembro de 2013 | 18h52

Polícia orientou estudantes a ficarem concentrados nas proximidades da escola (Foto: KDVR/AP)

(ATUALIZADA ÀS 20h20) CENTENNIAL, COLORADO -Pelo menos duas pessoas ficaram feridas depois que um estudante invadiu uma escola perto de Columbine, nesta sexta-feira, 13, e atirou contra outros alunos. De acordo com as autoridades, o jovem teria cometido suicídio depois de trocar tiros com policiais.

O atirador, cuja identidade ainda não foi revelada, estaria armado com uma espingarda calibre 12 e procurava especificamente por um professor, afirmou o Xerife do Condado de Arapahoe, Grayson Robinson. "Quando o professor soube que era procurado, deixou a escola. Um aluno que confrontou o invasor foi baleado."

Segundo o porta-voz do Hospital Adventista Littleton, Jason Dunkel, o estudante baleado foi atendido em estado grave na emergência do local e encaminhado para cirurgia. Outro aluno da Arapahoe High School também foi ferido, mas não há informações sobre o tipo da lesão.

A escola em Centennial fica a cerca de 13 quilômetros da Columbine High School, onde em 1999 dois adolescentes mataram 12 colegas antes de cometerem suicídio.

O tiroteio de hoje aconteceu um dia antes do primeiro aniversário do massacre em Newtown, em Connecticut, no qual um atirador matou 20 crianças e 6 adultos na Escola de Ensino Fundamental Sandy Hook. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.