Estudante armado faz 24 reféns em escola dos EUA

Um estudante armado com um revólver entrou em uma escola do ensino médio na cidade de Marinette, no Estado de Wisconsin, nos EUA, e fez 23 estudantes e uma professora de reféns, informou o chefe da polícia da cidade, Jeff Skorik. Ele acrescentou que o impasse ainda persiste e que policiais tentam fazer o estudante se render. A polícia foi chamada à escola secundária de Marinette após um aviso de socorro às 15h48 desta segunda-feira, no horário local (19h48, no horário de Brasília).

Agência Estado

30 de novembro de 2010 | 00h06

Segundo Skorik, não há feridos e os policiais negociam com o estudante por telefone, principalmente com a professora. De acordo com o chefe de polícia, o aluno que está armado já foi identificado e sua família foi convocada para ajudar nas negociações. "Nós esperamos que tudo termine bem", frisou o policial. Estão no local cerca de 40 pessoas do grupamento de emergência, além de ambulâncias e carros do corpo de bombeiros, e a área foi isolada. Na escola secundária de Marinette estudam cerca de 800 estudantes, de acordo com o site da instituição. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.