Estudante mata três pessoas na Califórnia

Armado com um rifle, um estudante de 20 anos matou três pessoas na manhã desta quarta-feira antes de tirar a própria vida no sul da Califórnia, nos Estados Unidos. Segundo a polícia, os motivos dos assassinatos ainda não estão claros

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 09h52

O jovem Ali Syed começou a série de ataques ao matar uma mulher na casa que dividia com seus pais. Em seguida, Syed partiu para uma movimentada estrada de Orange County e assassinou dois motoristas enquanto tentava roubar seus carros. O estudante feriu mais duas pessoas e se suicidou antes da chegada da polícia, segundo autoridades.

A onda de violência começou às 4h45 (horário local), quando policiais responderam a uma ligação de Ladera Ranch, uma calma cidade a cerca de 88 quilômetros do sudeste de Los Angeles. Eles encontraram o corpo da mulher com diversos tiros.

Os pais de Syed estavam na casa no momento e fugiram da residência quando ouviram os tiros. Em seguida, ligaram para a polícia.

De Ladera Ranch, o atirador seguiu para o norte e entrou na estrada Interstate 5, em Tustin, percorrendo cerca de 32 quilômetros com um pneu furado, disse a polícia. Syed parou no estacionamento de um shopping, onde uma testemunha afirma tê-lo visto atirando contra um motorista em seu carro. Segundo a fonte, o jovem havia abandonado seu automóvel e seguia a pé.

Em seguida, Syed atravessou a rua para um posto de gasolina, onde ele se aproximou de um motorista de uma caminhonete que estava enchendo o tanque e pediu pelas suas chaves, disse a polícia. Syed voltou para a estrada com o carro roubado e começou a disparar contra as pessoas.

Um motorista foi atingido na boca e mão, mas ainda conseguiu ligar para a polícia. Dois outros carros foram atingidos, mas seus motoristas não ficaram feridos.

O atirador saiu da estrada nas proximidades de Santa Ana, mas bateu o automóvel no meio-fio e seu carro ficou preso, disseram autoridades. Ele se aproximou de um motorista, que dirigia uma BMW, e o alvejou três vezes, matando-o no local.

Syed levou o carro e seguiu para um centro comercial na cidade de Tustin, onde ele atirou e matou um operário de construção. O jovem roubou o caminhão da vítima e fugiu, mas, desta vez, os policiais da Califórnia estavam atrás do estudante, em perseguição.

Ele saltou do caminhão em movimento e se matou com um tiro na cabeça, disse a polícia. Um rifle foi recuperado na cena e a polícia acredita que esta foi a única arma utilizada.

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EuaViolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.