Estudantes chilenos protestam contra preço de passe escolar

Sessenta estudantes foram detidos nesta quinta-feira, em Santiago, durante um protesto contra o aumento de 10% no preço dos passes escolares. O ato, que reuniu centenas de jovens, provocou tumulto na capital chilena. Uma adolescente foi atropelada quando escapava dos agentes, microônibus foram apedrejados e três jornalistas foram agredidos por manifestantes. Outra manifestação estudantil está prevista para hoje. Uma marcha em direção ao ministério da Educação entregará uma carta exigindo o congelamento no valor das passagens para estudantes, cujo aumento está previsto para a semana que vem. Mas o subsecretário do Interior, Jorge Correa, advertiu que o governo "não vai levar em consideração nenhuma petição que tenha sido acompanhada por esse tipo de manifestações".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.