Estudantes e policiais entram em choque em manifestação no porto de Valparaíso

O Estado de S.Paulo

10 de novembro de 2011 | 03h04

Milhares de estudantes chilenos saíram ontem às ruas de Valparaíso, o principal porto do país, em mais um protesto pela educação pública no país. Houve confronto com a polícia. Ao menos 5 mil pessoas participaram da marcha.

Segundo os organizadores, o objetivo do ato era manifestar apoio ao encontro de líderes do movimento estudantil com parlamentares, os primeiros dessa natureza desde o início dos protestos. Alguns manifestantes atiraram pedras e outros objetos contra a polícia, que respondeu com canhões de água. A crise educacional derrubou a popularidade do presidente Sebastián Piñera, que diz que é inviável tornar público o sistema de ensino do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.