Estudantes egípcios voltam a protestar contra governo

A polícia egípcia utilizou gás lacrimogêneo neste domingo na tentativa de dispersar apoiadores do presidente deposto do Egito, Mohammed Morsi, que protestaram em uma universidade no Cairo.

AE, Agência Estado

08 de dezembro de 2013 | 17h09

Uma autoridade disse que os alunos da Universidade Al-Azhar atiraram pedras contra a polícia e tentaram interromper o trânsito próximo ao campus. Imagens transmitidas na televisão mostram fogo nos portões dos dormitórios da universidade.

Os alunos têm realizado protestos contra o governo militar do Egito. No mês passado, 12 alunos da mesma universidade foram condenados a 17 anos de prisão por participarem de protestos no campus. Outros 21 alunos estão sendo julgados neste domingo. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Egitoprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.