Estudantes enfrentam a polícia na China

Três estudantes acabaram presos e 30 ficaram feridos nas manifestações

Efe,

20 de maio de 2009 | 02h23

Uma manifestação que reuniu milhares de estudantes na cidade chinesa de Nanquim (província de Jiangsu) terminou com violentos enfrentamentos com a polícia, informou o jornal South China Morning Post nesta quarta-feira, 20.

 

Os protestos começaram após cinco estudantes da Universidade de Aeronáutica e Astronomia dessa cidade, que tinham montado postos nas ruas, serem agredidos por policiais, segundo comunicado do Centro de Informação para os Direitos Humanos e a Democracia de Hong Kong. Mais tarde, milhares de estudantes tentaram interromper o trânsito das duas principais rodovias de acesso à cidade e enfrentaram as forças policiais.

 

Durante o protesto, que durou até a madrugada (local), três estudantes foram detidos pela polícia e 30 ficaram feridos, de acordo com o comunicado. Esta é a segunda vez em menos de dez dias que os alunos desta universidade realizam um protesto. No dia 7 de maio, os estudantes protestaram contra a morte de um de seus colegas, que foi atropelado por um motorista em alta velocidade.

Tudo o que sabemos sobre:
protesto de estudantesChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.