Estudantes iranianos protestam contra presidente

Estudantes iranianos realizaram uma rara demonstração contra o presidente Mahmoud Ahmadinejad na segunda-feira. Eles acenderam fogos de artifício e queimaram sua fotografia, enquanto ele fazia um discurso na Universidade Tecnológica Amir Kabir.O presidente respondeu calmamente quando o pequeno grupo de estudantes começou a gritar "Morte ao ditador" no hall da universidade, informou a agência de notícias Islamic Republic."Nós resistimos a ditadura por muitos anos, desde a Revolução Islâmica de 1979", disse Ahmadinejad. E completou "ninguém trará a ditadura de volta nem mesmo em nome da liberdade".Protestos antigoverno tornaram-se extremamente raros desde que Ahmadinejad foi eleito em 2005 - até mesmo nas universidades, locais dominados pelo movimento pró-reforma. Os reformistas já estavam desmoralizados antes mesmo da vitória de Ahmadinejad. Os policiais não interferiram no protesto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.