Estudantes protestam em Caracas contra lei que reduz autonomia universitária

Estudantes universitários saíram ontem às ruas de Caracas em protesto contra uma lei aprovada pela Assembleia Nacional que reduz a autonomia das escolas estatais. Segundo o jornal El Universal, pelo menos três pessoas ficaram feridas em meio a confrontos com membros da Guarda Nacional - enviada ao câmpus da Universidade Central da Venezuela para reprimir os protestos. Pelo menos dois estudantes foram detidos. Um dos feridos é um fotógrafo da agência de notícias France Presse. De acordo com os estudantes, a lei amplia o poder do Estado sobre as universidades. Chávez tem acelerado a agenda legislativa nos últimos dias de mandato da atual legislatura, que no dia 5 será substituída por outra com mais representantes da oposição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.