Estudantes queriam imitar massacre de Columbine

Três estudantes que supostamente começaram a se preparar após o massacre de Columbine foram acusados de planejar um ataque contra sua escola no nordeste de Kansas. A polícia promoveu buscas em duas casas depois de um outro estudante ter contado a funcionários da escola que os três alunos estariam construindo bombas.As autoridades locais encontraram materiais para a fabricação de bombas, plantas do prédio da escola, um fuzil de assalto de cano serrado, munições e símbolos com apologia à supremacia branca, informou ontem a polícia. Também foram encontrados sobretudos negros idênticos aos utilizados pelos pistoleiros de Columbine High School, no Colorado, informou o Topeka Capital Journal.Eric Harris e Dylan Klebold assassinaram 13 pessoas e suicidaram-se em seguida em abril de 1999.Richard Bradley Junior, de 18 anos, Jason Moss, de 17, e James Lopez, de 16, foram acusados por conspiração para promover um crime grave. Lopez também foi indiciado por intimidar violentamente uma testemunha. Eles estão sob custódia policial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.