Estudo aponta maior influência do voto latino em 2008

O rápido crescimento da populaçãohispânica nos Estados Unidos fará com que a influência dessesegmento aumente na eleição presidencial de novembro emcomparação com anos anteriores, segundo estudo do Pew HispanicCenter, divulgado na sexta-feira. Em novembro, haverá cerca de 18 milhões de norte-americanosde origem hispânica ou de imigrantes latinos naturalizadosaptos a votar, e esse grupo já teve uma participação expressivanas primárias que terminam nesta semana, segundo umaespecialista do centro de estudos. "Esperamos que [a influência hispânica] seja maior", disseSusan Minushkin, diretora-adjunta do Pew Hispanic a jornalistasao divulgar um relatório sobre o perfil eleitoral da comunidadehispânica no país. "Trata-se de uma população jovem e a população envelhece.Há um impacto demográfico, com mais hispânicos chegando à idadede votar", acrescentou. Essa influência pode se repetir em novembro porque "oshispânicos saíram a votar em maior percentual que outrosgrupos," durante as eleições primárias. A especialistas não especificou se o acalorado debate sobrea imigração teve influência na motivação dos eleitores deorigem latina, mas afirmou que, quando perguntados naspesquisas sobre suas prioridades, eles citavam principalmentetemas econômicos, saúde e educação, acima da imigração. (Reportagem de Adriana Garcia)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.