Estudo mostra que crianças aprendem a ver menos TV

Crianças pré-escolares colocam sinais de ?Sem TV? em seus aparelhos de televisão e ganham prêmios por não assistir sua programação ? essa foi uma experiência que reduziu o tempo diante da telinha a um quarto do normal. Essa tentativa de evitar que crianças tornem-se viciadas em TV envolveu sete sessões de 20 minutos em 16 escolas maternais, em Cooperstown, no Estado de Nova Iork.As crianças fizeram listas de atividades divertidas além da televisão, incluindo leitura; os pais receberam adesivos para recompensar seus filhos por cada dia sem TV; e a escola organizou festas para comemorar a sobrevivência sem a televisão.Antes da experiência, os 43 garotos, de 2 a 5 anos, viam uma média semanal de 14 horas de TV e vídeo ? no limite superior estabelecido pela American Academy of Pediatrics, que aconselha não mais que duas horas diárias. No fim do estudo, estavam assistindo menos de 11 horas semanais de programas televisivos.Um grupo comparativo de 34 crianças, que não participaram das sessões, aumentou o tempo de permanência diante da TV em mais de uma hora, para mais de 13 horas por semana.Experiências similares mostraram funcionar com crianças mais velhas, mas esse estudo é significativo porque demonstrou sucesso num estágio anterior, antes que o hábito de TV torne-se firmemente enraizado, diz Barbara Dennison, do Bassett Healthcare Research Institute de Cooperstown, que chefiou a esperiência.Televisão em excesso pode levar ao aumento de peso e obesidade. Mas são necessários ainda estudos mais amplos e mais profundos para determinar se a redução no tempo da TV pode ajuda a evitar problemas de peso, dizem os pesquisadores. As conclusões desse estudo foram publicadas na edição deste mês da revista Archives of Pediatrics & Adolescent Medicine.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.