Estudo revela vícios de americanos e europeus

Adolescentes europeus são mais propensos a beber e fumar, enquanto os usuários de drogas parecem ser mais comuns entre os jovens norte-americanos. É o que revela um estudo divulgado hoje, no encerramento da conferência da Organização Mundial da Saúde sobre álcool, tabaco e drogas, realizada em Estocolmo.A pesquisa, feita com estudantes, mostra que cerca de 73% dos jovens europeus fumaram durante um período de 30 dias, em 1999, comparado com apenas 26% nos Estados Unidos. Dos europeus pesquisados, cerca de 24% ingeriram alguma bebida alcoólica, comparado com apenas 26% nos Estados Unidos. Quanto às drogas, 41% dos adolescentes norte-americanos já provaram maconha ou haxixe, contra 16% dos jovens europeus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.