Estupro na Índia leva à condenação de 13 homens

Um tribunal na Índia condenou hoje 13 homens a 20 anos de prisão por participarem do estupro coletivo de uma mulher no começo do ano.

Estadão Conteúdo

20 de setembro de 2014 | 14h01

A vítima, de 20 anos, foi atacada em sua cidade, no Estado de Bengala Ocidental, em janeiro, como punição por namorar um homem de religião diferente, segundo relato da polícia. A mulher é hindu e estava namorando um muçulmano.

Em áreas rurais da Índia, líderes locais e conselhos informais frequentemente aplicam punições severas para garantir o cumprimento de leis conservadoras, que contrastam com visões mais progressistas sobre o tratamento de mulheres que começam a ganhar força em áreas urbanas.

A ordem para o estupro coletivo partiu de um ancião que chefia um vilarejo local e que também foi condenado à prisão.

A violência contra as mulheres tornou-se assunto de debate público na Índia desde 2012, quando o caso de uma estudante estuprada e morta por um grupo de homens provocou manifestações em todo o país. Desde então, novas leis foram instituídas para garantir a segurança das mulheres indianas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Índiaestuprocondenação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.