ETA assume autoria de dois ataques terroristas, diz jornal

A organização separatista ETA assumiu a autoria dos ataques da semana passada - a morte de um juiz provincial no Norte do País Basco e a explosão de um carro bomba em Madri que feriu 95 pessoas. A informação foi dada hoje pelo jornal Gara, que é partidário da independência do País Basco. O jornal informou ter recebido um comunicado do ETA em que o grupo detalha os dois ataques consecutivos cometidos nos dias 6 e 7 deste mês. O comunicado diz que a morte do juiz José Maria Lidon foi para atingir o sistema judiciário espanhol, que o ETA considera como "um outro instrumento de agressão usado para punir os cidadãos bascos e absolver aqueles que oprimem o País Basco". Com essa declaração, o ETA assume a responsabilidade por todos os 36 assassinatos atribuídos ao grupo desde que ele rompeu um cesar-fogo de 14 meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.