Etíopes mortos pelo estado islâmico tentavam imigrar para a Europa

Os etíopes cristãos que foram mortos pelo Estado Islâmico na Líbia eram imigrantes que tentavam chegar à Europa, segundo Redwan Hussein, porta-voz do governo da Etiópia. As mortes foram confirmadas pelo governo nesta segunda-feira, depois de um vídeo com os assassinatos ter sido divulgado no domingo.

Estadão Conteúdo

20 de abril de 2015 | 15h50

O vídeo de 29 minutos que, acredita-se, foi divulgado por militantes do Estado Islâmico mostra um grupo de etíopes cristãos levando tiros ou sendo decapitados pelos extremistas. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.