Etíopes mortos pelo estado islâmico tentavam imigrar para a Europa

Os etíopes cristãos que foram mortos pelo Estado Islâmico na Líbia eram imigrantes que tentavam chegar à Europa, segundo Redwan Hussein, porta-voz do governo da Etiópia. As mortes foram confirmadas pelo governo nesta segunda-feira, depois de um vídeo com os assassinatos ter sido divulgado no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.