EUA acreditam que americanos raptados no Iraque estão vivos

A embaixada dos Estados Unidos no Iraque anunciou nesta quinta-feira, 28, que "acredita-se que continuam vivos" os quatro contratados americanos que foram seqüestrados em 16 de novembro, no sul do Iraque.Segundo um comunicado da delegação americana, os quatro civis americanos estão ainda em poder de seus seqüestradores. A nota também faz referência a um quinto contratado "não iraquiano", cuja nacionalidade não foi determinada e que supõe-se que continue vivo.Os americanos tinham sido seqüestrados junto a um austríaco e nove iraquianos provenientes do Kuwait na localidade de Safuan, na província meridional de Basra, informou então a televisão oficial iraquiana Al-Iraquiya.Os nove iraquianos, que junto com os outros seqüestrados trabalham em uma companhia de segurança com sede no Kuwait, foram libertadas após o seqüestro, que aconteceu após uma emboscada contra seu comboio perto da cidade de Nasariya, segundo a fonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.