EUA acusam China de ataque hacker que roubou milhões de dados pessoais

Acusação foi feita pelo diretor nacional de inteligência; Pequim nega qualquer envolvimento

O Estado de S. Paulo

25 de junho de 2015 | 16h56

WASHINGTON - O diretor nacional de inteligência dos Estados Unidos, James Clapper, indicou nesta quinta-feira que hackers chineses estariam por trás do roubo de milhões de registros do Escritório de Gerenciamento de Pessoal americano.

Segundo Clapper, a China é a principal suspeita de liderar os ataques. Até o momento, autoridades americanas tinham evitado acusar diretamente os chineses de participação no incidente. O governo de Pequim nega qualquer envolvimento no caso.

Para o dirigente, os hackers continuarão tentando roubar informações do governo e de empresas americanas enquanto os legisladores não derem atenção especial ao assunto. "A falta de mecanismos desencorajadores" por parte dos EUA significa que o país precisa pôr foco "muito mais em mecanismos de defesa", disse. / Dow Jones Newswires

Tudo o que sabemos sobre:
EUaChinahackersataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.