EUA acusam Assad de planejar novo massacre

Os EUA acusaram o regime de Bashar Assad de planejar um terceiro massacre contra civis depois de dois episódios sangrentos atribuídos às forças de segurança de Damasco e suas milícias aliadas, em Houla e nos arredores de Hama, onde dezenas de pessoas foram mortas. Desta vez, segundo Washington, o alvo será Haffa.

O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2012 | 03h07

Segundo a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland, o regime tem impedido a entrada de observadores da ONU na área, o que poderia ajudar a impedir uma ação armada. O regime de Assad nega que esteja planejando uma ação contra Haffa e acusa facções armadas da oposição de estarem planejando a matança. Em Hula e Hama, Assad também culpou a oposição. Apesar do tom anti-Assad, o governo dos EUA apoiai uma intervenção militar na Síria. / GUSTAVO CHACRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.