EUA acusam Irã de manter programa nuclear militar

O subsecretário de Estado dos EUA John Bolton, em visita a Moscou, acusou o Irã de violar o regime de não-proliferação de armas atômicas e de manter uma programa nuclear com fins militares. Citado pela agência de notícias Interfax, Bolton disse que os Estados Unidos consideram que o Irã "viola o regime do tratado de não-proliferação, as garantias dadas à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e mantém um programa oculto para a produção de armas nucleares". Depois de reuniões em Moscou, Bolton admitiu que a opinião da Rússia não coincide com a dos EUA. O ministro russo de Energia Nuclear, Aleksandr Rumyantsev, disse a Bolton que, para Moscou, Teerã não viola seus compromissos com a AIEA, informou a Interfax. O governo americano acusa o iraniano de utilizar a construção de centrais nucleares para encobrir a produção de armas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.