EUA afastam comandante de unidade de arma nuclear

A Força Aérea dos Estados Unidos afastou o coronel David Lynch do comando de uma unidade de armas nucleares da base aérea Malmstrom, em Montana, após uma inspeção de segurança realizada este mês. De acordo com líderes militares, a decisão foi tomada por perda de confiança.

Agência Estado

25 de agosto de 2013 | 16h26

A unidade que era comandada por Lynch possui mais de 1,2 mil militares e é responsável pela segurança de 15 centros de controle de lançamento de mísseis e 150 silos nucleares em uma enorme área na região central de Montana.

Ainda não há um cronograma para a seleção do substituto de Lynch, mas o coronel John Wilcox deve ocupar o posto interinamente.

Esta é a segunda vez este ano em que um comandante de armas nucleares dos EUA é substituído após problemas relacionados a segurança. Em junho, o tenente-coronel Randy Olson foi removido de seu posto na base aérea Minot, em Dakota do Norte. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAarma nuclearafastamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.