EUA afirmam que sistema antimísseis não afeta Rússia

Os Estados Unidos negaram hoje a mais recente acusação da Rússia, de que um sistema antimísseis norte-americano na Europa é voltado contra Moscou. Washington afirma que esse sistema tem como único objetivo evitar um eventual ataque iraniano.

AE, Agencia Estado

09 de fevereiro de 2010 | 19h45

"A arquitetura de defesa antimíssil emergente na Europa não é voltada contra a Rússia, mas sim contra a crescente ameaça do Irã", afirmou um porta-voz do Departamento de Estado norte-americano. "Nós continuamos a discutir formas com as quais podemos cooperar com a Rússia em defesa antimíssil."

O chefe das Forças Armadas russas, general Nikolai Makarov, disse anteriormente, segundo agências russas, que "o desenvolvimento e a instalação de mísseis de defesa são voltados contra a Federação Russa".

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUARússiaantimísseisIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.