EUA alertam para sanções caso Irã adie compromissos

A Casa Branca alertou que vai cogitar sanções contra o Irã se o governo do país usar as negociações como um meio para adiar os esforços da comunidade internacional em abrir seu programa nuclear. "Se os iranianos tentarem enrolar em alguma questão, eu acho que, trabalhando em sintonia e com propósito comum com nossos parceiros, adotaremos medidas adicionais para assegurar que o Irã saiba que somos sérios", disse o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs.

AE, Agencia Estado

01 de outubro de 2009 | 16h23

Apesar da declaração, Gibbs considerou um "início construtivo" o fato de o Irã começar a cumprir suas obrigações internacionais, no encontro de hoje entre representantes do governo iraniano, membros do Conselho de Segurança da ONU e a Alemanha.

Hoje, o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Mohamed ElBaradei, foi convidado pelas autoridades iranianas a visitar o país, o que planeja fazer em breve, diz um comunicado divulgado pela agência. "O diretor-geral ElBaradei foi convidado a ir a Teerã por autoridades iranianas", disse a agência. "Ele vai viajar para lá em breve para discutir um número de questões."

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãprograma nuclearEUAsanções

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.