Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

EUA ameaçam impor sanções contra tráfico humano

O governo dos Estados Unidos ameaça impor sanções econômicas, pela primeira vez, contra 15 países que acusa de não tomar medidas para impedir o tráfico humano. Entre os países listados estão um membro da União Européia ? a Grécia ? e um pretendente a entrar no bloco econômico ? a Turquia. Mas a lista conta ainda com Belize, Bósnia, Mianmá, Cuba, República Dominicana, Georgia, Haiti, Cazaquistão, Libéria, Coréia do Norte, Sudão, Suriname e Uzbequistão.A terceira edição do informe anual sobre tráfico humano feito pelo Departamento de Estado americano diz que cerca de 900 mil pessoas são utilizadas anualmente por contrabandistas de pessoas. Destas, segundo o documento, entre 18 a 20 mil vão parar nos Estados Unidos.O documento descreve o tráfico humano como uma forma moderna de escravismo, que utiliza tanto meninas de cinco anos como prostitutas como meninos para servirem de soldados. De acordo com o relatório, "em muitas situações de conflito, elementos criminosos aproveitam o declínio da lei e da ordem e o desespero de famílias vulneráveis e raptam, forçam ou ludibriam pessoas a entrar na prostituição".As sanções contra os 15 países listados podem começar a ser implementadas já em outubro deste ano. O relatório causou polêmica entre ativistas por julgar que países como Rússia, Indonésia, Líbano, Qatar e Arábia Saudita tiveram resultados positivos no combate ao tráfico humano.As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.