EUA ameaçam retaliar país que vender armas à China

Os Estados Unidos aumentaram as pressões sobre seus aliados europeus contra a suspensão do embargo de armas para a China. Segundo informação publicada no Financial Times, os EUA ameaçam retaliar as empresas européias que venderem armamentos para Pequim. A União Européia sinalizou, recentemente, que poderia suspender o embargo durante o primeiro semestre do ano. Qualquer retaliação pode afetar a indústria de defesa britânica seriamente, já que a BAE Systems e o Rolls-Royce Group são os dois principais fornecedores estrangeiros do Pentágono.O governo britânico tem tentado neutralizar a determinação argumentando que o fim do embargo não representará uma enxurrada de novas exportações para Pequim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.