EUA ameaçam vetar lei islâmica no Iraque

O principal administrador americano do Iraque, Paul Bremer, deu a entender que vetará qualquer Constituição provisória que faça do Islã a principal fonte da lei, algo que alguns membros do Conselho de Governo parecem desejar. Bremer disse que a atual proposta de Constituição faz do Islã a religião oficial do Estado e ?fonte de inspiração?, não principal fonte, da lei.Muitas mulheres iraquianas temem que os direitos de que gozam sob a tradição secular do Iraque desapareçam na Constituição que vem sendo elaborada pelo Conselho empossado pelos EUA e por seus assessores americanos.Perguntado sobre o que acontecerá se os líderes iraquianos determinarem que a lei islâmica é a principal base do Direito iraquiano, Bremer deu a entender que exercerá o direito de veto. ?Nossa posição é clara. Isso não pode ser lei até que a assinemos?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.