EUA ampliam esforços contra tráfico de crianças no Haiti

Os Estados Unidos estão aumentando os esforços para o combate ao potencial tráfico de crianças haitianas separadas de suas famílias após o terremoto do dia 12, informou ontem o Departamento de Estado. Um porta-voz do órgão lembrou que muitas pessoas perderam suas casas e muitas crianças, separadas dos pais, enfrentam "grande risco e maior vulnerabilidade ao tráfico humano".

AE, Agencia Estado

29 de janeiro de 2010 | 14h23

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) afirmou, na semana passada, que havia 15 casos documentados de crianças que desapareceram de hospitais. Os EUA estão mobilizados em um esforço coordenado para proteger as crianças junto com o Unicef, a Cruz Vermelha e outras organizações não-governamentais.

O porta-voz disse que os EUA estão ajudando a reativar as brigadas da polícia haitiana para proteção das crianças, além de outros esforços para registrar crianças sozinhas e reuni-las com suas famílias. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
HaititerremotoEUAtráficocrianças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.