Tyler Hicks/The New York Times
Tyler Hicks/The New York Times

EUA anunciam ajuda para combater a covid-19 no Amazonas, que vive colapso no sistema de saúde

Governo americano irá comprar insumos hospitalares e apoiará ações de combate à pandemia no Estado

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de janeiro de 2021 | 00h43

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira, 28, que irá comprar insumos hospitalares para o Amazonas e apoiará ações de combate à covid-19 no Estado. Segundo nota divulgada no site da embaixada do país no Brasil, a iniciativa "Juntos Pelo Amazonas" já arrecadou R$ 300 mil em doações diretas. 

Além disso, a embaixada afirma que já foram doados equipamentos de proteção aos trabalhadores da área de saúde do Amazonas e R$ 1,6 milhão para o programa Unidos Contra a Covid-19 da Fiocruz. O valor é destinado à construção de usinas de produção de oxigênio, item escasso na região. "Estamos trabalhando com parceiros brasileiros e norte-americanos para oferecer diferentes tipos de apoio às instalações médicas e aos residentes do Amazonas", diz a nota.

Os Estados Unidos também disseram ter disponibilizado uma bolsa de pesquisa de cerca de R$ 1 milhão para produzir ventiladores hospitalares de baixo custo. Manaus já teria recebido 40 desses equipamentos. Outros mil ventiladores pulmonares foram distribuídos pelos norte-americanos em "locais com mais demanda".  

A embaixada do país americano informa ainda que o governo e o setor privado dos EUA já disponibilizaram cerca de US$ 75 milhões (R$ 414 milhões) para uma série de iniciativas, "incluindo doação de equipamentos de saúde, alimentos, produtos de higiene e proteção individual, além de projetos de apoio a empreendedores, inteligência artificial e combate à desinformação".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.