EUA anunciam "ataque de precisão" no Iraque; 60 mortos

Forças americanas lançaram uma série de ataques nas cidades iraquianas de Faluja de Ramadi, numa caçada a terroristas e rebeldes ligados ao jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, considerado o principal homem da Al-Qaeda em ação no Iraque. Militares americanos dizem que até 60 "guerrilheiros estrangeiros" foram mortos nos arredores de Faluja, mas os hospitais da cidade afirmam não ter recebido mortos ou feridos.Os militares descrevem a operação como um "ataque de precisão" contra uma casa de Faluja, seguido por uma segunda ofensiva numa cidade próxima. Essa segunda manobra teria destruído três edifícios usados pela rede de Zarqawi. "Os estrangeiros que escaparam do ataque inicial refugiaram-se na cidade de Qaryat ar Rufush", diz o informe militar. O segundo ataque destruiu os prédios onde supostamente 90 combatentes haviam se escondido.Já a cidade de Ramadi foi palco de uma ofensiva batizada de "Operação Furacão", que teve como alvo um grupo pouco conhecido, a "rede terrorista Daham", que teria ligações com Zarqawi. O Hospital Geral de Ramadi informa que sete pessoas morreram e cinco ficaram feridas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.