Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

EUA anunciam envio de missão a Honduras

Os Estados Unidos devem enviar uma missão para Honduras até o fim desta semana a fim de negociar uma saída para a crise com o governo de facto de Roberto Micheletti e o presidente deposto, Manuel Zelaya. Os nomes das autoridades norte-americanas que embarcariam para Tegucigalpa ainda não haviam sido decididos até a tarde de ontem, segundo a porta-voz do Departamento de Estado, Gini Staab.

AE, Agencia Estado

27 de outubro de 2009 | 08h37

A iniciativa demonstra que o governo do presidente dos EUA, Barack Obama, buscará uma participação mais ativa na resolução da crise, que já dura quatro meses. Até agora, Washington havia deixado a mediação nas mãos da Organização dos Estados Americanos (OEA) e do presidente da Costa Rica, Oscar Arias.

Obama e a secretária de Estado, Hillary Clinton, afirmam que a deposição de Zelaya, no fim de junho, foi um golpe. O Departamento de Estado cancelou os vistos de alguns membros do governo de facto e tomou algumas medidas com o objetivo de pressionar o governo de Micheletti a permitir o retorno de Zelaya ao poder. Oficialmente, os EUA não reconhecerão o resultado da votação em novembro. Alguns integrantes da oposição norte-americana, criticando a Casa Branca, tentam encontrar uma alternativa para que o futuro presidente tenha reconhecimento internacional.

Zelaya está há mais de um mês na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa. O presidente deposto entrou escondido no país e conseguiu abrigo na missão brasileira. Na semana passada, os dois lados suspenderam as negociações e a expectativa é a de que a missão norte-americana consiga levar as duas partes de volta para a mesa de negociações. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
HondurascriseEUAmissão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.