EUA anunciam morte de 61 insurgentes e um soldado no Afeganistão

Um helicóptero da Isaf caiu no oeste do país durante aterrissagem; ninguém ficou ferido

Efe,

26 de setembro de 2007 | 03h01

Mais de 61 supostos insurgentes e um soldado americano morreram e outros quatro militares foram feridos num confronto na província de Helmand, no sul do Afeganistão, informou nesta quarta-feira, 26, o comando militar dos Estados Unidos no país. O comando da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) disse ainda que um helicóptero caiu durante uma operação de aterrissagem na província de Bagdhis, no oeste do país. O combate aconteceu na terça-feira, perto do povoado de Regay. Um grupo de insurgentes atacou uma patrulha de soldados ocidentais e afegãos, segundo o comunicado. Os supostos talebans atacaram o comboio usando um sistema de trincheiras e atiraram com armas curtas, metralhadoras e morteiros. Pouco depois, receberam o reforço de combatentes do distrito de Moussa Qala. As tropas afegãs e americanas responderam ao ataque e solicitaram apoio da aviação, que atacou as posições inimigas. Segundo o comando dos EUA, as estimativas iniciais dos líderes militares no terreno são de "mais de 61" insurgentes mortos no combate. O comando reconheceu a morte de um soldado americano e informou que quatro ficaram feridos. Moussa Qala é um remoto distrito, tradicional reduto dos insurgentes na região de Helmand. No Afeganistão morreram mais de 4 mil pessoas vítimas da violência este ano. Queda de helicóptero O acidente com o helicóptero aconteceu na terça-feira, às 20 horas (12h30 de Brasília), durante uma missão de resgate no povoado de Ghormach. Ninguém ficou ferido. Um segundo helicóptero aterrissou e resgatou a tripulação. Segundo a Isaf, nenhum membro das tropas internacionais sofreu ferimentos, e não houve atividades hostis. O comando não revelou a nacionalidade dos ocupantes do helicóptero.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoTalebanIsaf

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.