EUA anunciam retomada voos para retirar feridos do Haiti

Os Estados Unidos retomaram os voos para retirar haitianos gravemente feridos no terremoto ocorrido no último dia 12 e levá-los para hospitais em território norte-americano, informou a Casa Branca. "Os voos estão em andamento para serem retomados nas próximas 12 horas", disse ontem um porta-voz da Casa Branca, em comunicado. "Nós estamos trabalhando com o governo haitiano e a comunidade internacional para atender essa urgente necessidade e salvar vidas."

AE, Agencia Estado

01 de fevereiro de 2010 | 10h23

Militares dos EUA afirmaram no sábado que haviam interrompido a retirada de feridos em estado grave em aviões. O motivo para isso é que houve divergências sobre quem pagaria a conta desse transporte, os governos estaduais, o federal ou órgãos internacionais, por exemplo.

Segundo o porta-voz, o governo norte-americano trabalha para aumentar a cooperação com organizações não-governamentais (ONGs) e outros países para ampliar o acesso a hospitais dos haitianos gravemente feridos. "Tendo recebido garantias da capacidade adicional existente tanto aqui quanto entre nossos parceiros internacionais, nós determinamos que podemos retomar esses voos cruciais", afirmou o funcionário. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
HaititerremotoEUAvoosferidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.