EUA anunciam sanções contra autoridades da Síria

Os EUA anunciaram sanções contra seis autoridades do governo sírio nesta quinta-feira. As ações punitivas também visaram o Tempbank, um banco com sede em Moscou, e seu executivo sênior por apoiar o presidente da Síria, Bashar Assad.

AE, Agência Estado

08 Maio 2014 | 13h48

O Tempbank foi incluído na lista de alvos por apoiar o governo sírio, o banco central do país e a empresa de marketing para o setor de petróleo da Síria. Duas refinarias sírias também foram punidas.

David Cohen, do Departamento do Tesouro dos EUA, disse que a ação congela ativos e sufoca o acesso sírio ao sistema financeiro internacional.

Os EUA puniu cerca de 200 indivíduos e entidades desde o início de uma sangrenta guerra civil entre rebeldes e forças leais a Assad na Síria. O conflito já matou mais de 150 mil pessoas. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
SÍRIA EUA SANÇÕES

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.