EUA aprova projeto para reforma do sistema de saúde

O Comitê de Saúde do Senado dos Estados Unidos aprovou um projeto de lei para tornar mais eficiente o atendimento de saúde no país. A medida de US$ 600 bilhões tem como objetivo expandir a cobertura de saúde para quase todos os norte-americanos ao requerer que as pessoas façam o seguro e aos empregadores que contribuam com os custos. O projeto prevê ajuda federal a famílias e indivíduos que ganhem menos de quatro vezes o valor tido como linha da pobreza nos Estados Unidos, que é de US$ 88 mil por ano para uma família de quatro pessoas.

AE-AP, Agencia Estado

15 de julho de 2009 | 19h19

Cerca de 50 milhões dos 300 milhões de cidadãos norte-americanos não têm qualquer cobertura de saúde. Os Estados Unidos são o único entre os países desenvolvidos que não universalizou o atendimento à saúde para todos os cidadãos. O líder da maioria no Senado, o senador democrata Harry Reid, disse que o plano começará a ser debatido, um passo prévio antes da votação em plenário, na segunda-feira da próxima semana.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAsaúdeSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.