EUA aprovam emissão de bônus de guerra

Pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial, a Câmara de Representantes aprovou nesta terça-feira a emissão de bônus de guerra para estimular a população norte-americana a ajudar a campanha contra o terrorismo e estimular a recuperação econômica dos EUA. "Precisamos encontrar formas construtivas para que o povo americano ajude", disse o republicano John Sweeney, do Estado de Nova York. A lei ainda precisa ser aprovada pelo Senado e depois será sancionada pelo presidente dos EUA, George W. Bush. O Departamento do Tesouro dos EUA não vende bônus de guerra desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Pela proposta aprovada ontem, o governo americano deve emitir os bônus, mas o Departamento de Tesouro deve cuidar da administração e do rendimento desses bônus. Leia o especial

Agencia Estado,

24 Outubro 2001 | 00h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.