EUA aprovam entrada de caminhões mexicanos

A Câmara dos Deputados dos EUA aprovou hoje a entrada de caminhões e ônibus mexicanos em território americano a partir de janeiro. O presidente George W. Bush classificou a decisão como "um triunfo para o livre comércio".Segundo a Casa Branca, o compromisso fechado entre o executivo e o legislativo, de implementar rígidas inspeções nos veículos, é uma vitória para a segurança nas estradas americanas preocupação que havia impedido por vários anos a aprovação do projeto.Por 371 votos a 11, os deputados aprovaram a medida como parte do projeto de gastos de US$ 59 bilhões para o setor de Transporte para o ano fiscal que começou no mês passado. A votação no Senado está marcada para a próxima semana.As condições de segurança que serão exigidas dos caminhões mexicanos são mais severas que as propostas por Bush. Mas, segundo um acordo entre os dois poderes, está afastada a ameaça de veto presidencial.A oposição à medida por parte do sindicato dos caminhoneiros, um dos mais poderosos da nação, atrasou a autorização, que deveria ter sido dada em janeiro de 2000, em cumprimento ao tratado de livre comércio entre o México, Estados Unidos e Canadá, o NAFTA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.