EUA atacam militantes em área de represa no Iraque

Aviões dos EUA estão bombardeando militantes islâmicos numa tentativa de ajudar forças iraquianas a retomarem o controle da represa de Mosul, cuja localização é estratégica, segundo um oficial norte-americano. Os ataques aéreos começaram às 23h (de Brasília) desta sexta-feira e continuam em andamento.

Estadão Conteúdo

16 de agosto de 2014 | 12h21

Caças F/A-18 e aviões não tripulados (drones) estão conduzindo os ataques, informou o oficial.

O grupo Estado Islâmico (anteriormente conhecido como Estado Islâmico do Iraque e do Levante, ou EIIL) capturou a represa no último dia 7. A represa gerencia o abastecimento de água e energia no norte do país e exige manutenção constante para evitar problemas de erosão.

A decisão dos EUA de iniciar os ataques foi motivada pelos perigos impostos à cidade de Mosul e a instalações e funcionários dos EUA, justificou o oficial. A represa tem capacidade de liberar uma gigantesca onda de água que poderia submergir Mosul e inundar a capital, Bagdá, onde fica localizada a embaixada norte-americana. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEUAataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.