EUA: atirador matou 27, entre 18 crianças, em escola

Um policial disse que o tiroteio que ocorreu nesta sexta-feira em uma escola elementar no Estado de Connecticut deixou 27 pessoas mortas, incluídas 18 crianças. O policial falou sob anonimato. O atirador que invadiu a escola e desfechou a chacina, segundo informações iniciais, foi morto. Segundo um policial, o delinquente que desfechou a chacina tinha 20 anos de idade. Segundo a emissora de televisão ABC, citando autoridades locais, uma unidade da SWAT, polícia especial dos EUA, cercou e invadiu a escola.

AE, Agência Estado

14 de dezembro de 2012 | 16h29

Uma fonte disse que o atirador tinha duas armas automáticas e foi morto. A matança na escola elementar Sandy Hook em Newtown, uma pequena cidade no interior de Connecticut, 96 quilômetros ao nordeste de Nova York, pode ter sido a pior já desfechada em uma escola norte-americana. No massacre de Columbine, em 20 de abril de 1999, foram mortas 15 pessoas.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi avisado sobre a tragédia, que ocorreu na manhã de hoje, pela hora local na costa leste americana. Obama deverá se pronunciar mais tarde.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.