EUA aumentam pressão sobre rebeldes em Najaf

Enquanto a infantaria norte-americana enfrentava os rebeldes fiéis ao líder xiita Muqtada al-Sadr, nesta segunda-feira, na mesquita de Imam Ali, o governo dos Estados Unidos ordenava se aproximassem mais do local, para aumentar a da pressão para que os militantes abandonem o santuário, na cidade de Najaf. Na noite de segunda, aviões americanos bombardearam a região, atingindo o domo dourado da mesquita, disse a testemunha Ahmed al-Shaibany, ligado a al-Sadr. O exército dos EUA afirmou não ter danificado o monumento. ?Não fizemos nada que pudesse ter atingido a mesquita?, disse a capitã da Marinha, Carrie Batson. Até o momento, não há informações imparciais sobre os reais danos ao santuário, embora incidentes de violência ocorridos previamente na segubda-feira tenham causado prejuízos no muro exterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.