EUA autorizam visita de enviado da Coreia do Norte

Segunda maior autoridade asiática conversará com diplomatas e funcionários americanos

Reuters,

16 de outubro de 2009 | 17h02

O Departamento de Estado dos EUA concedeu nesta sexta-feira, 16, um visto para a visita de um funcionário do governo da Coreia do Norte para conversar com funcionários e diplomatas do governo americano, informou uma fonte próxima das negociações.

 

A fonte, que falou sob condição de anonimato, disse que o visto será dado a Ri Gun, a segunda maior autoridade da Coreia do Norte sobre as negociações nucleares com A Coreia do Sul, a China, o Japão, a Rússia e os EUA.

 

O porta-voz do Departamento de Estado, Robert Wood, por enquanto apenas confirmou que o departamento pretende convidar Ri Gun e uma delegação norte-coreana para algumas conferência nos Estados Unidos.

 

Wood afirmou que Ri foi convidado a participar do Diálogo para Cooperação no Nordeste Asiático, na Universidade da Califórnia, em San Diego, e de um seminário que será realizado em Nova York.

 

As tensões entre Estados Unidos e Coreia do Norte atingiram um pico no começo deste ano depois que o país asiático conduziu testes nucleares e de mísseis. Os países não mantém relações diplomáticas e conversas entre os altos escalões das nações são muito raras.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteEUAnuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.