EUA avaliam transferir presos de Guantánamo ao Uruguai

O Pentágono notificou o Congresso dos EUA sobre a intenção de transferir seis prisioneiros da Baía de Guantánamo para o Uruguai, disseram membros do governo dos EUA, sob a condição de não terem o nome publicado.

AE, Agência Estado

17 Julho 2014 | 02h53

O presidente uruguaio José Mujica tem criticado o modo como os detentos são tratados em Guantánamo e tem dito que os aceitaria, tornando-os refugiados.

Os oficiais disseram que o Pentágono alertou o Congresso na semana passada. Na prática, a transferência não pode ocorrer até 30 dias depois da notificação ao Congresso.

Se o plano for levado adiante, essa será a primeira transferência de presos de Guantánamo desde que cinco ex-membros do Taleban foram usados como moeda de troca pelo sargento Bowe Bergdahl, em maio. Atualmente, há 149 detentos na prisão de Guantánamo. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUA URUGUAI GUANTÁNAMO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.